Anishin - ComicCon RS

August 7, 2017

Olá pessoas loucas por cultura pop, como estão vocês nessa segunda maravilhosa? Por aqui tudo certo e com muitas novidades para vocês!

 

Sábado, 5 de agosto, aconteceu o primeiro dia da ComicCon RS, no campus da Ulbra em Canoas, região metropolitana de Porto Alegre. Essa é sua sétima edição, contudo não há informações sobre os eventos anteriores compartilhadas no site oficial. Como foi o primeiro que ouvi rumores, corri atras de gente que também poderia se interessar para que possamos montar uma excursão. Aí entra a Anishin.

 

Como já relatei em posts anteriores aqui no blog, a Anishin é um grupo de Caxias do Sul, o qual tem o objetivo de organizar caravanas para eventos de cultura pop em geral. Porém, tão importante quanto o evento em si, é a interação com uma galera super gente boa e troca de experiências sensacionais. 

 

 

Quando propus a ida para para a CCRS, a equipe não mediu esforços para oferecer a proposta para os demais membros do grupo. Entre idas e vindas, deu tudo certo e lá fomos nós para a 10ª caravana organizada por esse lindo grupo.

 

A viagem, entre ida e volta, foi super tranquila e organizada. As regras são claras para uma boa convivência entre todos que se dispõe a participar da caravana. Os organizadores são gentis e aplicados, sempre dispostos a ajudar quem precisa, o que faz toda a diferença para integração da galera. 

 

Chegamos ao evento, pegamos os ingressos e ficamos na fila. Os portões demoraram um pouco para abrir, e apesar do vento gelado do sul, não diminuiu a empolgação para ver o que estava nos esperando lá dentro. 

 

Ao passar pelos portões uma revista básica de bolsas e mochilas foi feita para que se garantisse a segurança de todos. Além disso, no site oficial, havia uma lista de regras a serem seguidas para o melhor segmento da convenção. Nada além do necessário! Seguranças bem organizados cuidaram disso com maestria. 

 

A louca por Star Wars que vos fala tinha que registrar esse momento!  

 

Logo na entrada havia um balcão de informações, muito acessível a todos que precisassem de uma mãozinha ao longo do dia. Eu fui uma dessas quando precisei me inteirar sobre horários dos palestras, workshops e afins. Fui bem recebida e direcionada ao site do evento onde tudo estava explicado. Acredito que o acesso aos horários poderia estar disponível no evento do Facebook também, assim ficaria ainda mais fácil, porém isso é apenas uma observação minha.

 

As palestras e demais programações nesse nicho foram muito bem distribuídas em dois palcos em andares distintos. Um no térreo, perto dos estandes e expositores, e outro no quarto andar, onde aconteciam eventos maiores como workshops, masterclass, entrevistas e até um desfile de cosplays adultos e infantis. Os horários estavam bem orquestrados com o proposto no roteiro. Atrasos de 5 minutos foram muito compreensíveis quando a excitação sobre o assunto abordado era maior que a atenção ao relógio, hehe.

 

Hulk, Smash! 

 

Os estandes estavam distribuídos por tema, assim de um lado do corredor estavam os sebos, lojas de camisetas e acessórios, do outro estava os estandes de comics autorais. O que facilitou, e muito, na hora de encontrar mais coisas relacionadas a um determinado tema. Admito que achei MUITO interessante a abertura de espaço para artistas locais mostrarem o resultado de seus esforços. Não adquiri nenhum deles, mas trouxe algumas propagandas para casa, tudo vale uma pesquisada antes e quem sabe não encomende algum pela internet?!

 

Outra coisa que me chamou muito a atenção foi a receptividade do pessoal do evento, tanto organizadores, quanto o pessoal das bancas. Todos se importando com uma boa relação diante dos visitantes. São atitudes assim que fazem a diferença e que traz o pessoal querer voltar no próximo ano. Parabéns galera!

 

Como já era de se esperar, não resisti e adquiri algumas coisinha para minha coleção. Uma delas foi o encadernado da Mulher Maravilha: Sangue, dos Novos 52. Eu já havia adquirido o número 2 em uma das minhas viagens até a praia e gostei muito da história, mesmo sendo um pouco deslocada por ter lido fora de ordem. Agora só falta o número 3, Força, para completar!

 

 

 

A segunda aquisição foi a primeira edição de Arlequina, dessa nova fase da DCcomics. Gosto bastante da personagem e encontrar essa hq por apenas cinco reais foi simplesmente imperdível. E podem ficar de olho aqui no blog que certamente terá uma resenha sobre ambas as aquisições!

 

 

 

Falando um pouco sobre os preços apresentados no evento, esses estavam muito bons!! Tanto em bancas que disponibilizavam quadrinhos, quanto aqueles que tinham produtos como canecas, camisetas, chaveiros e acessórios. Com certeza dava para gastar uma boa quantia por lá, haha. Além disso, artistas autorais também estavam com suas obras por um bom preço. Acredito que valores equivalentes aos grandes títulos geram credibilidade e não prostituem o mercado criativo. A cultura para o amplo consumo de tal material é que deve evoluir, até o mais famoso dos quadrinistas começou sendo um "Zé Ninguém", deixo aí uma reflexão.

 

Eu nunca havia ido ao Campus da Ulbra, onde aconteceu a atual edição da CCRS. Tenho que dizer que é um ambiente amplo e muito bem iluminado por consequência também das grandes paredes de vidro. A limpeza foi mantida a risca em todos os momentos do evento, contudo admito que faltaram algumas latas de lixo na parte externa. Porém isso não comprometeu em nada o bom momento de desfrutar os quitutes que haviam por lá. 

 

Pelo o que me informaram, essa é a terceira vez que a ComicCon RS acontece nesse local. Espero que continuem investindo e procurando crescer cada vez mais. O RS está precisando de mais convenções nesse segmento.

 

E tu, perdeu a sétima edição da CCRS? Faça como eu e fique de olho para saber de todos os detalhes do evento que acontecerá em 2018. Quero ver todos lá!

 

Até a próxima

Jennifer Poletto

Tags:

Please reload

POSTS RELACIONADOS

Please reload

Please reload

FALE COMIGO:

TAG CLOUD