Outfit e o design?!

June 21, 2018

Fala pessoas!

 

Nesses últimos dias a internet foi tomada por essa onde de "quanto curta seu outfit?".

 

Depois do primeiro vídeo brasileiro neste tema que assisti no Facebook, muitas versões vieram inclusive relacionadas ao design. Admito que achei engraçado, mas mesmo assim me fizeram pensar em algumas coisas.

 

 

Em inúmeros comentário vi pessoas distratando outras por apresentarem tais valores das peças que possuíam. Não me interprete mal, eu não compraria coisas tão caras mesmo que tivesse dinheiro para isso, mas não julgo quem pode e quer comprar. De um jeito ou de outro esse dinheiro deve ter um giro no mercado, seja comprando um cinto de R$500,00, doando para uma instituição ou investindo em design.

 

Vejamos, o dinheiro gasto por esses jovens está te prejudicando em algum aspecto? A mim, não. Há marcas que vendem o nome e este tem o valor elevado, assim como há marcas que não se preocupam com isso pois seu público é outo. Mercados diferentes para públicos distintos, não melhor e nem pior.

 

Noto que sempre vai haver pessoas que compram materiais de alto valor para suprir uma carência interna e àquelas que apenas adquirem por investimento no seu próprio negócio. O principal objetivo aqui, até torcendo para isso, é que as pessoas vejam que o dinheiro não pode comprar tudo.

 

Dentro do design sempre haverá a disputa entre Mac e Windows, Iphone e todos os outros smartphones, ilustrator e corel draw. Pura besteira! Com certeza não é o valor da ferramenta que vai te fazer um profissional melhor ou pior.

 

Use a ferramenta que te ajuda e facilita teu trabalho, aquela que vai te ajudar e não te arrumar mais um problema para resolver. O que realmente vai contar é a pecinha orgânica pensante que está olhando para a tela.

 

Há artistas que conseguem fazer coisas incríveis com o paint, sim o paint, assim como há pessoas que sabem usar os programas mais avançados já lançados até então, porém seu trabalho não agrada, não conversa com ninguém porque não tem alma.

 

Entende? O que faz o verdadeiro profissional não é a ferramente e sim a qualidade de suas concepções. Programas e softwares não passam de, como citei antes, apenas ferramentas.

 

E você, o que pensa sobre essa onda de outfit? Quanto custa o seu? 

 

Jennifer Poletto

Tags:

Please reload

POSTS RELACIONADOS

Please reload

Please reload

FALE COMIGO:

TAG CLOUD