Homem Formiga e a Vespa | RESENHA

July 6, 2018

 

Olá pessoas! 

 

Diante de mais uma estréia de 2018 achei mais do que justo me preparar e assistir o filme anterior de Homem Formiga. Chegar no cinema pronta para os filmes da Marvel vem se tornado cada vez mais interessante. Que universo compartilhado que conseguiram criar em 10 anos de estúdio hein, de se admirar!

 

Lembrando que sempre abro um post nas redes sociais para perguntas sobre os lançamentos, então se quiserem saber algo específico comentem lá, quero saber quais são as dúvidas e palpites de vocês!

 

Mas vamos para mais uma resenha? O último filme da Marvel deste 2018, Homem Formiga e a Vespa.

 

 

Título: Homem Formiga e a Vespa

Título Original: Ant-man and the Wasp

Duração: 2h 5m

Direção: Peyton Reed

Ano: 2018

Elenco: Paul Rudd, Evangeline Lilly, Michael Douglas, Michelle Pfeiffer

 

A história do filme baseia-se em Scott querendo cumprir sua pena em prisão domiciliar decorrente dos eventos de Capitão América: Guerra Civil, enquanto Hank e Hope querem resgatar Janet, presa no microverso a muitos anos. Vejo que por este motivo, roteiristas tiveram muito mais liberdade de criar situações que incrementassem a trama e a deixassem com a cara do Homem Formiga, agora ganhando mais personalidade. 

 

Seguindo a linha do primeiro filme do herói, Homem Formiga e a Vespa vem num delicioso fluxo de comédia. Piadinhas estrategicamente colocadas para deixar a trama toda mais leve e assim entregar um filme para a família toda. Paul Rudd tem a veia da comédia e não deixa a peteca cair quanto ao timing das piadas. Gargalhadas surgirão a todo momento dentro da sala de cinema. Mas ressalto que descartaria a cena do celular tocando em meio a um dos diálogos mais "pesados" presentes nas 2 horas.

 

O longa acontece de maneira leve e não deixa espaço para muitas explicações. O que é o elemento que precisam para complementar a invenção de Hank? Como o microverso acontece? Como o vilão mercenário entra no barco sem um bilhete? Porque os objetos de dentro do laboratório não caem quando diminuído? Simplesmente não é explicado. Partindo do princípio que o espectador quer ver a ação e não liga muito para que as coisas façam sentido, está tudo bem! Fãs de Star Wars sabem bem do que estou falando.

 

Até parece brincadeira, mas uma das coisas mais legais é ver as formigas em ação. Formigas gigantes, pequenas, aladas ou ajudando nas situações, é tudo muito interessante. E fique atento, uma em específico ganhará sua atenção até o final dos créditos! 

 

A trama segue de forma mais intimista, ninguém aqui quer dominar ou salvar o mundo, o particularmente acho muito bom. Cada herói e vilão tem seus objetivos, sejam eles ligados a dinheiro, sobrevivência ou resgate. Chega um ponto no filme que há tantas pessoas atrás de apenas um elemento que o espectador fica até meio zonzo. 

 

Porém nem tudo é piada, a relação familiar entre Hank e Hope são exploradas assim como as consequências de suas ações ao se tratar de Janet. As cenas com uma dramaticidade maior são pontuais, porém mesmo assim funcionam muito bem. 

 

Mas vamos ao que todo mundo quer saber, como é a ligação deste filme com os Vingadores e o que Thanos fez. Há sim uma GRANDE referência na primeira cena prós créditos, esta abre milhares de especulações e rumores futuros.

 

Até 2019 a internet vai se revirar em teorias!

 

Homem Formiga e a Vespa é um dos filmes de herói que não ficará na minha memória, porém gostaria sim de ver mais algumas vezes por levar tudo muito leve e não forçar as piadas. Um longa sessão da tarde genuíno. 

 

Depois de muito tempo indo ver filme em 3D no cinema, está foi uma das poucas vezes que o efeito foi visível até o final da trama. A utilização exagerada de desfoque fez com que o distanciamento entre as camadas fosse bem maior, fazendo com o que o 3D ficasse muito mais na cara. Agora sim o dinheiro investido valeu a pena!! 

 

As artes para a divulgação deste filme não ganharam muito a minha atenção, elas são em sua grande maioria bem simples, utilizando em demasia o efeito de desfoque do fundo para das ainda mais a ideia de encolhimento dos personagens.  O cartaz acima foi o mais vinculado para a divulgação da trama, vejo que ele quer entregar muito mais do que o filme precisa, afinal este não é um longa que se preocupa em salvar a humanidade.

 

Há ainda duas artes que rondam as redes (abaixo), uma extremamente trabalhada e a outra baseada no conceito do filme, a diminuição dos personagens. Esta segunda está muito mais dentro do adequado para essa história, o que faz os cartazes mais trabalhados parecerem artes para contextualizar com as demais da Marvel 

 

 

E você, já assistiu o segundo filme do herói? Quais são as suas expectativas para o futuro do Universo Marvel? 

Deixa aqui nos comentários!

Please reload

POSTS RELACIONADOS

Please reload

Please reload

FALE COMIGO:

TAG CLOUD